Dia do Motorista foi celebrado com testes de saúde nas rodovias

O Dia do Motorista foi comemorado nesta terça-feira, 25 de julho e, para celebrar a data, a CART – Concessionária Auto Raposo Tavares promoveu ações com foco no bem-estar dos usuários do corredor. A ação “Saúde & Cidadania” foi realizada em 6 bases SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário), ao longo do Corredor CART.  O motorista que passou pelos locais pode realizar a aferição de pressão arterial e realizar teste de glicemia, tudo de forma gratuita. A Concessionária relembra na data que seguir as normas de trânsito e praticar a direção defensiva é dever de todo condutor e salva vidas.

A ação é uma parceria entre a CART e São Francisco Resgate e está integrada ao PRA (Programa de Redução de Acidentes) da Concessionária em parceria com a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (ARTESP).

Dicas de segurança
O Dia do Motorista celebra o Dia de São Cristóvão, padroeiro dos motoristas, e serve também como um lembrete aos condutores sobre a importância da segurança no trânsito. Usar o cinto de segurança, ligar o farol para dirigir em uma rodovia e não usar o celular enquanto dirige são algumas regras para a condução segura.

Acenda essa ideia: lanterna não é farol baixo
Há um ano, entrou em vigor a lei federal nº 13.290 ,que tornou obrigatório manter o farol ligado durante o dia para o trajeto em rodovias, incluindo perímetros urbanos. O objetivo é proporcionar mais segurança nas rodovias ao sinalizar a proximidade de um veículo em um raio de três quilômetros.

Alguns motoristas ainda estão trafegando com lanterna acesa, quando o certo é usar o farol que é ligado à noite. A incerteza que pode ter atingido alguns usuários refere-se ao termo “luz baixa”, o qual é popularmente empregado para mencionar a “lanterna” dos veículos, aquela luz mais fraca que é ligada em dias chuvosos.

Afivele os cintos
O cinto de segurança mantém as pessoas em seus lugares e ameniza o impacto causado por uma colisão ou frenagem. Apesar da importância do dispositivo, às vezes seu uso passa despercebido pelos passageiros do banco traseiro e de transportes coletivos. Por exemplo, enquanto o carro é conduzido a 80 km/h, o corpo dos ocupantes se movimenta na mesma velocidade; quando em contato com uma barreira o carro automaticamente já reduz esta velocidade, mas as pessoas não. Dessa forma, o peso de cada passageiro sofre a ação da velocidade, ou seja, seu peso aumenta em praticamente dez vezes.

Sinalização reforçada
Bauru, assim como outras cidades da região, é cortada por rodovias que ligam um trecho urbano a outro. Por não ter semáforos e maior velocidade permitida, esse perímetro é uma alternativa bastante usada pelos condutores. No entanto, é preciso que os motoristas respeitem as normas de segurança viária.

Motoristas com destino ao trabalho, às férias ou voltando para casa, são inúmeros os perfis de usuários que passam diariamente pelo trecho urbano de uma rodovia. Mas, é preciso saber utilizar as faixas de aceleração e desaceleração ao acessá-lo. Para ajudá-los, os engenheiros da Concessionária projetam as faixas de aceleração e desaceleração no começo e no fim de um acesso viário.

Essa sinalização é indicada por uma pintura zebrada branca, que irá determinar onde entrar e sair de uma rodovia, além de permitir que o veículo tenha espaço suficiente para acelerar ou diminuir a velocidade, sempre com segurança. Acessar corretamente uma marginal possibilita a redução de colisões traseiras, por exemplo.

A CART, uma empresa Invepar Rodovias, administra o Corredor CART, que é formado pelas rodovias SP-225 João Baptista Cabral Rennó, SP-327 Orlando Quagliato e SP-270 Raposo Tavares, no total de 834 quilômetros entre Presidente Epitácio e Bauru, sendo 444 no eixo principal e 390 quilômetros de vicinais. A segurança dos usuários é um compromisso da Concessionária. Em 2016, a CART registrou 16,23% menos acidentes nas rodovias sob sua concessão em relação ao ano anterior e, no mesmo período, queda de 33,3% em vítimas fatais, antecipando os objetivos determinados como meta pela Década Mundial de Redução de Acidentes. A CART está entre as 10 melhores Concessionárias de Rodovias do Estado de SP, ocupando a sexta posição no ranking divulgado pela ARTESP – Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo que regulamenta e fiscaliza o Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo.

Fonte: www.transporteemfoco.com.br