Manutenção preventiva

Manutenção preventiva é essencial para viagem tranquila

A manutenção preventiva do caminhão é essencial para que o veículo apresente um bom desempenho. Negligenciar esse cuidado pode comprometer a segurança do motorista e da carga. Além disso,  a manutenção corretiva (após a quebra ou defeito) costuma ser mais cara, pois uma peça defeituosa pode comprometer e danificar as outras.

O motorista precisa estar atento, observando todos os itens de desgaste mecânico no veículo, como a lubrificação, sistema de correias, freios e suspensão. De acordo com o coordenador de Oficina da Transpanorama, Danny Póvoa, é possível se precaver em algumas situações. “As baterias dos caminhões duram em média um ano, mas é preciso tomar alguns cuidados para não deixá-las descarregar: verificar o nível de água e completar quando estiver baixo, manter as baterias limpas, não deixar ligado acessórios diretamente na bateria e invertê-las a cada sessenta dias.”

Quando o assunto é freio, “é necessária uma manutenção preventiva de regulagem periódica, apertando com uma chave L14 até encostar a lona na campana no sentido horário, soltando em ‘15 minutos’”.

O motorista precisa estar preparado durante a viagem: levar lâmpadas reservas, manter o caderno de troca de óleo sempre atualizado, ter uma caixa de ferramentas básicas e manter uma pequena quantia de conexão, travas quebra-dedo, correntes, travas correntes, borrachinhas e ganchos. Segundo Póvoa, esses são cuidados que fazem a diferença e permitem a economia de tempo e dinheiro, mantendo a viagem tranquila e o caminhão bem cuidado.

Fonte: www.transporteemfoco.com.br